Celular para idosos ou botão SOS: qual o melhor?

Celular para idosos ou botão SOS

Durante uma situação de emergência, é importante que o idoso consiga chamar ajuda da forma rápida. Qual o melhor equipamento: Celular para Idosos ou Botão SOS?

Ocasionalmente nos deparamos com notícias de idosos que sofreram uma queda ou mal súbito e tiveram de esperar horas até que recebessem ajuda – dá medo só de pensar, não é? A verdade é que, por mais que o idoso seja ativo e saudável, acidentes podem acontecer e é essencial que a família ofereça alternativas para que ele possa chamar ajuda em caso de emergência, especialmente se mora sozinho. Para atender a essa necessidade, o mercado das tecnologias assistivas tem apresentado diversas opções aos familiares que precisam monitorá-los à distância (por exemplo, modelos de celular para idosos).

Os familiares que buscam pelos sistemas de teleassistência encontram uma infinidade de equipamentos e serviços, mas, apesar de terem o mesmo objetivo – o atendimento de emergência ao idoso -, cada modelo tem a sua particularidade.

Entre os mais procurados estão o celular para idosos e o botão SOS, mas qual a diferença entre eles? Qual a melhor opção para sua família? Continue lendo e descubra!

Idoso e tecnologia combinam?

Claro que sim, mas desde que ela contribua para facilitar a vida do idoso, e não dificultá-la ainda mais.

É verdade que alguns idosos relacionam-se muito bem com a tecnologia, fazendo uso regular de computadores e smartphones. No entanto, a maioria deles não possui familiaridade com equipamentos e ferramentas tecnológicas. Diante de uma situação de emergência, por exemplo, pode ser um problema se o idoso depender de um smartphone cheio de funcionalidades que dificultam na hora de chamar ajuda.

Por isso, é necessário que uma pessoa na terceira idade possua tecnologias simples e funcionais à sua disposição, como é o caso do celular para idosos e dos sistemas com botão de emergência.

Celular para idosos: como funciona?

Fabricados por empresas nacionais e estrangeiras, esses aparelhos se assemelham bastante aos modelos antigos de telefones móveis, com display pequeno e vários botões.

Os grandes diferenciais do celular para idosos, no entanto, são o teclado físico (sem toque na tela) com números grandes e iluminados, e o botão de alerta que, quando pressionado, disca para os contatos cadastrados até que alguém atenda. Em alguns modelos, o contato também recebe uma mensagem SMS de emergência.

Botão SOS: como funciona?

Há dois modelos de equipamentos de teleassistência para idosos: o PERS 4200, para uso dentro de casa, e o Mini Rastreador IGO, para uso na rua. Ambos são acionados por um botão SOS e enviam alertas para os contatos cadastrados, para que estes possam realizar o atendimento de emergência ao idoso no menor tempo possível.

Botão SOS do PERS 4200

Tecnicamente conhecido como transmissor DXS LRC, o botão SOS do PERS fica junto ao corpo do usuário como um pingente ou pulseira, e é responsável por enviar o comando de emergência ao console, que fica conectado à linha do telefone fixo. Quando o usuário pressiona o botão, os contatos cadastrados recebem um SMS de emergência e o equipamento disca automaticamente para uma Central de Monitoramento 24h, que realiza o primeiro atendimento, identifica a ocorrência, executa o plano de ação e acompanha todo o atendimento remotamente.

Mini Rastreador IGO

Considerado um dos melhores rastreadores para idosos, o IGO é o equipamento ideal para que os familiares possam monitorar o idoso que costuma sair de casa sozinho. Ele é compacto, leve e muito moderno, e pode ser utilizado como chaveiro ou pingente. O rastreador funciona pela rede celular, e assim garante o rastreamento em qualquer lugar, dentro ou fora de casa. Ao pressionar o botão SOS, o IGO envia um SMS de emergência para até 4 contatos cadastrados, incluindo a Central de Monitoramento 24h, que atende e tranquiliza o idoso até que ele receba socorro adequado. Ao mesmo tempo, equipamento disca para a Central ou para os contatos cadastrados e possibilita comunicação bidirecional por meio do viva-voz do aparelho (o idoso pode ouvir e falar pelo mini rastreador).

Celular para idosos ou Botão SOS?

Para lhe ajudar optar por um ou outro equipamento, elaboramos um comparativo entre os equipamentos para que você identifique o mais adequado às necessidades da sua família. Confira:

Mobilidade

O PERS 4200 depende da rede telefônica fixa para funcionar, portanto, seu uso é apenas doméstico. Em contrapartida, o celular para idoso opera por GSM, e o Mini Rastreador IGO funciona com as redes GSM e GPRS; assim, ambos oferecem mais mobilidade, ou seja, podem ser utilizados em qualquer lugar. No entanto, é importante ressaltar que a rede fixa é mais confiável e consistente, já a rede móvel depende do sinal das empresas de telefonia.

Design

Os celulares para idosos disponíveis no mercado têm, em média, 10 cm, e são geralmente transportados no bolso da calça ou encaixados ao cinto por um acessório específico. Já os botões SOS, tanto do IGO quanto do PERS, têm cerca de 6 cm e seus formatos são adequados para facilitar o uso em caso de emergência: o IGO possui espaço para encaixe a um chaveiro ou cordão, como se fosse um pingente; o botão SOS do PERS é encaixado a uma pulseira ou cordão, como um pingente.

Durabilidade

O celular para idosos possui durabilidade comum aos demais celulares do mercado. Por outro lado, os botões SOS são muito resistentes à queda e à água, podendo ser utilizados, inclusive, durante o banho.

Suporte e assistência técnica

Os fabricantes de celulares para idosos oferecem garantia de um ano, mas apresentam suporte e a assistência técnica limitados, mesmo de marcas brasileiras – conforme reclamações registradas no site Reclame Aqui. Os botões SOS comercializados pelas revendas parceiras da Tecnosenior possuem garantia de 1 ano, com suporte e assistência técnica acessíveis e ágeis.

Funcionalidades

Semelhante a muitos telefones móveis, um celular para idosos é diversificado, com câmera digital, calculadora, rádio FM e mp3 player, por exemplo. Por sua vez, os botões SOS têm funções voltadas ao atendimento de emergência. Além de enviar alerta de socorro, o botão do PERS permite atender chamadas do telefone fixo à distância. O Mini Rastreador IGO possui funções Sensor de Queda, de Velocidade e de Movimento e ainda permite a configuração da Cerca Virtual – um recurso de segurança que estabelece um raio máximo para deslocamento, em que os familiares são alertados sempre que o idoso entrar ou sair desse perímetro.

Você conseguiu identificar o melhor modelo para a rotina do idoso e de seus familiares, feito para atender às necessidades desse público?

Para adquirir o PERS 4200 ou o Mini Rastreador IGO, entre em contato pelo telefone (51) 3018-6950 ou deixe sua mensagem em nossa página de contato!

Guilherme Not

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *