Ações sociais promovem envelhecimento saudável

Um envelhecimento ativo e saudável é imprescindível para que idosos vivam por longos anos com qualidade de vida. Com o aumento na expectativa de vida e o significativo crescimento da população idosa, muitos projetos têm sido desenvolvidos nesse sentido. É o caso do programa Viver – Envelhecimento Ativo e Saudável, desenvolvido pela prefeitura de Taquara, no Rio Grande do Sul,  em conjunto com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. O principal objetivo da iniciativa é desenvolver e  potencializar as mais diversas habilidades entre os idosos. 

A ideia é que o programa seja um espaço de apoio, suporte e acolhimento, oferecendo as mais diversas atividades, sempre com o intuito de promover momentos felizes e ao mesmo tempo saudáveis para os participantes.  Uma das primeiras atividades a serem oferecidas serão aulas de informática, para que os idosos tenham a oportunidade de se familiarizar com a tecnologia e , dessa forma, poder interagir com a comunidade online. Estão nos planos para o futuro oficinas dos temas mais variados, como música e teatro. 

A  terceira idade é, historicamente, marcada por ser uma fase mais solitária, seja pelo idoso possuir limitações, desde doenças que o impeçam de realizar atividades mais complexas, até o simples temor de um acidente, seja por acreditar que já não existe espaço para eles na sociedade. Inserir os idosos em atividades como essas é não só uma forma de estimular a prática de atividades que exercitem o corpo físico e mental, o que é importantíssimo para a manutenção da saúde, mas, muito especialmente, um momento de sociabilização que promova a interação com outros idosos e os insira e faça sentir parte de um grupo. 

Botão de emergência: Segurança e autonomia para o idoso 

Como mencionamos, alguns idosos se sentem inseguros e temem que algum acidente aconteça enquanto participam de atividades que os tirem da rotina. Uma tecnologia pode proporcionar mais confiança nessa hora: O botão de emergência, ou botão SOS, é um pequeno dispositivo que o usuário leva junto ao corpo e consegue acionar socorro imediato em caso de necessidade. Existem diversos modelos disponíveis. Para idosos que se aventuram em participar de atividades fora de casa, que envolvem deslocamento e um certo tempo fora e possivelmente longe de familiares, o modelo Vidafone móvel é o indicado.

O botão de emergência do Vidafone móvel é um dispositivo discreto e leve usado como pingente e,  através de um chip de celular,  consegue contatar imediatamente uma central disponível 24 horas para atendê-lo caso necessário. Dessa forma, é possível pedir socorro no caso de acidentes, por exemplo. Quando o usuário aciona o botão, um atendente especializado irá atendê-lo e agir conforme a gravidade da situação.

O sistema funciona através de rede GSM e está disponível em qualquer lugar que possua cobertura de rede de telefonia móvel. Além disso, possui localização por satélite (GPS), ou seja, quando o usuário estiver em uma situação de risco, a sua localização será enviada para a central e a contatos de emergência cadastrados, trazendo uma maior liberdade e tranquilidade, tanto para o usuário quanto para a família. A família ainda consegue acessar a localização a qualquer momento e se comunicar com o idoso através da função de celular para idosos. 

Quer saber mais sobre como a tecnologia pode ajudar o seu familiar idoso a ter uma rotina mais ativa e independente? Você pode falar conosco clicando aqui!

 

 

 

Compartilhar
Tire suas dúvidas