Desafios para Inclusão Digital na Terceira Idade

Os acelerados avanços tecnológicos que o mundo vivencia nas últimas décadas vêm  constantemente mudando a forma que vivemos como sociedade. As novas gerações vivem essas mudanças naturalmente, tendo suas rotinas totalmente interligadas à tecnologia das mais diversas formas. Hoje em dia tudo pode ser feito através de um aparelho que cabe na palma da mão, desde se comunicar com amigos e familiares até realizar compras no supermercado.  Porém, se para os jovens e adultos a tecnologia proporciona mais conforto e comodidade no dia a dia, para os idosos adaptar-se a ela pode ser um enorme desafio.

De acordo com dados da Pew Research Center, dos cerca de 29 milhões de idosos brasileiros, apenas 5 milhões estão conectados.Ou seja, mais de 82% da população idosa no Brasil não desfruta da maioria das tecnologias. Vale lembrar que eles são de uma outra geração onde as rotinas eram totalmente diferentes e analógicas. Adaptar-se a novidades tão revolucionárias, nessa altura da vida, nem sempre é atrativo para eles. Além disso, muitos, principalmente os de idade mais avançada,  simplesmente não se sentem confortáveis diante das telas.

 Por mais que os dados pareçam revelar um abismo entre os idosos e o restante da população em termos de inclusão digital, uma outra pesquisa, do Instituto Locomotiva, mostra que o interesse das pessoas com mais de 60 anos pelo mundo virtual está crescendo em ritmo acelerado. Segundo a publicação, enquanto o número de brasileiros conectados na internet cresceu mais de 100% nos últimos oito anos, o aumento para os internautas da terceira idade foi de quase 1000%.

Qual a vantagem do idoso estar conectado?

A tecnologia proporciona uma infinidade de novas descobertas para os usuários.  Desde se conectar com familiares e pessoas queridas através das redes sociais até desenvolver habilidades novas ou simplesmente sanar curiosidades e aprender coisas novas  através da digitação de palavras-chave no google. Listamos 3 motivos para encorajar os idosos a se conectarem com o mundo:

Redes sociais para manter as relações afetivas 

Sabemos que nada substitui o carinho de um abraço ou um sorriso sincero, mas através das redes sociais é possível se conectar com pessoas queridas mesmo que a distância física não permita que isso ocorra – especialmente nos tempos que estamos vivendo,  no contexto de pandemia e isolamento social. Nunca foi tão fácil estar presente sem, de fato, estar.

Fonte inesgotável de informação

Quer maneira mais fácil – e democrática – de se informar sobre, literalmente, qualquer coisa e de qualquer forma? Se o seu interesse é nas notícias diárias, é possível escolher a melhor forma de acessá-las: Texto, vídeo, áudio, infográficos… você escolhe como e quando receberá cada informação. Além disso, a internet é um grande arquivo onde é possível encontrar registros dos mais diversos fatos de qualquer tempo. É uma enciclopédia 2.0 na palma da sua mão!

Aprender coisas novas e exercitar o cérebro

 A internet está recheada de tutoriais dos mais diversos tipos que possibilitam que você aprenda, literalmente, qualquer coisa. Desde uma partida de xadrez até aulas de inglês – o que você estiver disposto a aprender, o youtube pode ensinar!  

A inclusão digital para os idosos é uma forma de agregá-los também à sociedade. Além dos benefícios citados acima, a tecnologia também pode proporcionar mais qualidade de vida para eles através das mais diversas ferramentas disponíveis no mercado. O VIDAFONE, por exemplo, é um serviço de simples utilização que não exige habilidades do usuário e proporciona diversos benefícios à sua saúde. Saiba mais sobre o Vidafone clicando aqui

Compartilhar
Tire suas dúvidas