Dia do Abraço: A importância do afeto da terceira idade

Adaptar-se às mudanças que surgem com o avançar da idade não é nada fácil. As limitações, inevitáveis, vão sendo pouco a pouco descobertas e é fundamental que os idosos tenham a certeza de que não estão enfrentando esse momento sozinhos. É natural que eles fiquem com o psicológico um tanto fragilizado e sintam solidão nessa fase da vida, e isso é perfeitamente justificável, já que se vêem “estacionados” enquanto o resto do mundo segue acelerado. Saber que a família estará passando por esse momento junto com eles, prestando apoio quando necessário e, principalmente estando presente, é essencial e indispensável. 

Nesse dia do abraço atípico, em que estamos sob a recomendação de evitar o contato físico para prevenir a contaminação por coronavírus, torna-se ainda mais importante reiterar a importância de demonstrar afeto aos idosos da forma que for possível. Momentos em família estão tendo que ser adaptados, mas é essencial que não deixem de acontecer. A carga emocional proporcionada pela situação afeta a todos e em especial às pessoas na terceira idade, que compõem um dos principais grupos de risco. 

Nesse cenário em que todos estão tendo que se reinventar e se adaptar à nova realidade é necessário, inclusive, buscar novas alternativas para proporcionar cuidado e segurança para os familiares idosos. Os sistemas de monitoramento de idosos à distância são uma opção eficiente e pouco invasiva que têm se destacado nesse momento, pois, com ele, é possível ter uma rotina normal com a segurança de que, caso um imprevisto aconteça, o socorro poderá ser acionado ao simples toque de um botão. 

Vidafone: Garantia de segurança para o idoso que fica sozinho em casa 

O serviço Vidafone é uma tecnologia que permite que o usuário acione uma Central de Atendimento disponível 24h por dia de forma fácil e rápida. Atendentes  especializados imediatamente prestarão assistência remota ao usuário agindo conforme necessário, seja entrando em contato com contatos de emergência previamente cadastrados, seja acionando serviços médicos ou, nesse momento tão delicado de pandemia, simplesmente conversando com o usuário do serviço. 

O dispositivo, que  no modelo indicado para idosos que ficam sozinhos em casa funciona através da linha telefônica fixa e é acionado através de um botão de emergência usado junto ao corpo, possui sistema de viva-voz de longo alcance e  funciona mesmo se o idoso estiver em um cômodo da residência distante do aparelho. Além disso, ainda é possível conectar recursos e acessórios opcionais, oferecendo ainda mais segurança para o idoso. Cuidar de nossos entes queridos também é uma forma de amá-los. 

Quer saber mais? Fale com um especialista através da nossa página de contato

Compartilhar
Tire suas dúvidas