Dia dos avós à distância

Demonstrar amor por aqueles que tanto nos cuidaram é essencial nesse momento e transcende qualquer limitação imposta pelo distanciamento social. 

O dia dos avós é comemorado todos os anos em 26 de julho. É uma data para homenagear oficialmente aqueles a quem devemos o maior amor e o maior carinho do mundo, afinal, são os avós quem nos proporcionam os sentimentos mais puros da vida. Dessa vez, porém,  a comemoração terá que ser diferente: Respeitar o distanciamento social, imposto por conta da pandemia de Coronavírus, é essencial principalmente para eles, que compõem o principal grupo de risco. 

Sem contato com familiares e amigos, muitos idosos que estão isolados têm se sentido sozinhos e até mesmo desamparados nesse momento. É por isso que, não só nessa data, mas todos os dias, é indispensável demonstrar afeto por essas pessoas tão queridas – mesmo que à distância.   

Tecnologias para aproximar quem está longe

Os idosos mais “moderninhos” até amenizam a saudade do abraço com interações através de redes sociais e aplicativos de chamadas em vídeo. É uma ótima forma de manter o contato com a família e participar, de certa forma, da rotina. Porém, ainda são muitos os que resistem às novas tecnologias e ficam só nas ligações telefônicas mesmo. Seja qual for a forma, manter-se em contato com seu familiar idoso é muito importante para manter a saúde mental dele. Então, mesmo tendo uma rotina atarefada e atribulada, não abra mão desses momentos. 

Outra forma de fazer-se presente e demonstrar cuidado com o seu familiar idoso é através dos chamados sistemas de monitoramento pessoal. Esse serviço proporciona que o usuário tenha uma rotina normal em casa, com a segurança de que, se for necessário, poderá pedir socorro e será imediatamente atendido. É ideal para idosos que moram sozinhos ou passam grande parte do dia desacompanhados, como tem sido o caso de muitas famílias durante a pandemia. 

Monitoramento de idosos à distância: Como funciona?

Um  botão de emergência é usado pelo idoso, como um acessório (pingente ou pulseira). Ao acionar esse botão, uma central de atendimentos disponível em tempo integral é imediatamente contatada. Um profissional irá realizar o atendimento e agirá da forma mais adequada para a ocasião, como contatar serviços médicos, por exemplo. No modelo Vidafone fixo, que é o indicado para idosos que ficam desacompanhados em suas casas, a comunicação é feita através de um console ligado à linha telefônica fixa que é ativada através do botão de emergência que já mencionamos. O aparelho possui sistema de viva-voz e funciona mesmo a vários metros de distância, em qualquer cômodo da residência. O serviço também conta com opções que permitem a comunicação direta com familiares, ideal para aqueles que têm menos intimidade com a tecnologia. Durante a pandemia de Covid-19  os usuários podem, inclusive, usar a linha de emergência para conversar com os atendentes sobre qualquer assunto. 

Para mais informações sobre como proporcionar cuidado e segurança para o seu familiar idoso durante a pandemia, entre em contato conosco clicando aqui.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *