Dia dos Pais à distância: Segurança para seu familiar idoso em isolamento social

Os últimos meses têm exigido cuidados que jamais imaginamos que teríamos, especialmente com os familiares idosos. Nas datas especiais, como o dia dos pais, sentimos de maneira ainda mais forte os efeitos do distanciamento social, que tem se mostrado a medida mais eficaz nesse cenário de pandemia, já que ainda não existe vacina e nem tratamentos específicos conhecidos para a Covid-19.

Muitos idosos estão isolados e distantes de familiares, o que, além de afetar o psicológico deles, acaba se tornando uma preocupação com a  segurança, já que em muitos casos não é possível contar com a presença de familiares que, normalmente, além de dar afeto, auxiliam nos cuidados. A recomendação é que não haja contato com pessoas idosas em isolamento,  especialmente da parte de quem  trabalha fora e acaba se expondo mais ao risco de se contaminar com o coronavírus. 

Não há dúvidas de que o abraço e a troca de afeto são insubstituíveis, mas, por enquanto, precisam ser adiados – ao menos fisicamente. Já são cinco meses convivendo com essa nova realidade, e não sabemos quando a normalidade irá se restabelecer. Uma forma que muitas família têm encontrado para cuidar dos seus entes queridos mesmo sem estar presente são os Sistemas de Monitoramento Pessoal para Idosos.

Os Sistemas de Monitoramento Pessoal funcionam ligados à linha telefônica e podem ser facilmente acionados ao simples toque em um botão de emergência usado junto ao corpo. De fácil utilização, esses aparelhos, chamados de Vidafone, abrem imediatamente, quando acionados, um canal de comunicação com uma central de atendimentos disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana. Nesse canal, um atendente qualificado irá conversar com o usuário através de um sistema de viva-voz, que funciona mesmo a vários metros de distância, em qualquer cômodo da residência.agirá conforme a necessidade e a urgência, desde prestar atendimento remoto até contatar serviços médicos. 

Essa tecnologia é conhecida como Teleassistência, e é a solução ideal para idosos que moram ou passam parte do dia sozinhos. O serviço também conta com opções que permitem a comunicação direta com familiares, indicado para aqueles que possuem dificuldades ou resistência em utilizar aparelhos modernos.

No modelo Vidafone fixo, que é o indicado para idosos que ficam desacompanhados em suas casas, a comunicação é feita através de um console ligado à linha telefônica fixa que é ativada através do botão de emergência – usado junto ao corpo, geralmente como pulseira ou pingente.

Durante a pandemia de Covid-19, os usuários podem, inclusive, usar a linha de emergência para conversar com os atendentes sobre qualquer assunto. 

Compartilhar
Tire suas dúvidas