Influencers da terceira idade

Cada vez mais conectados, os idosos têm buscado referências que os representem na internet.

Os idosos compõem o grupo que mais aumentou percentualmente entre os novos usuários da web nos últimos tempos. A informação é de um levantamento divulgado pelo IBGE no final de 2017. Dentre os 10 milhões de novos usuários de internet, 23% tinham 60 anos ou mais. Da forma em que vivemos hoje, onde a tecnologia está presente em grande parte das situações do dia-a-dia, é natural que eles também busquem se adaptar e participar dessa forma de interação social. São incontáveis os benefícios que a tecnologia pode proporcionar à vida dos idosos, desde estimular a atividade cerebral com novos aprendizados até melhoras significativas na autoestima por conta do sentimento de pertencimento e proximidade com familiares e amigos. 

Assim como funciona com as mais diversas comunidades e nichos de influenciadores que podem ser encontrados nas redes de acordo com interesse de cada usuário, eles também estão representados por  páginas e canais com conteúdos direcionados ao público da terceira idade. Um dos mais conhecidos é o Avós da Razão, um canal no YouTube que já soma mais de  800 mil visualizações em mais de uma centena de vídeos.O grupo, composto por três amigas de 78, 81 e 91 anos faz sucesso falando sobre  a vida e os mais diversos assuntos tratando o envelhecimento de forma natural. Com muito humor, as avós respondem dúvidas e opinam sobre diversos assuntos. Os conteúdos visam a fazer com que os espectadores se sintam inspirados a viver plenamente a terceira idade, além de derrubar paradigmas e preconceitos estabelecidos quando se trata de envelhecer no Brasil. 

Tecnologia para idosos menos “moderninhos”

É claro que, para quem nasceu em uma época que até mesmo a comunicação era limitada, se familiarizar com as novidades que não param de aparecer é um grande desafio. A grande vantagem proporcionada pela tecnologia é a possibilidade de interação instantânea, o que ajuda a afastar a solidão, tão comum nessa época da vida. Porém, ainda há muitos idosos que resistem às novidades tecnológicas. Grande parte deles ainda prefere viver “à moda antiga”, por assim dizer. 

Uma forma de encontrar um meio termo entre a forma clássica e a mais moderna de comunicação são os celulares para idosos. De fácil manuseio, sem a tela sensível ao toque e com botões físicos grandes, além de um botão SOS que, ao ser acionado, realiza rapidamente ligações para números cadastrados, o celular para idosos é uma opção a ser considerada. Entre outros recursos, é uma forma fácil e rápida do usuário se comunicar em caso de emergência. 

Se o idoso não tem interesse nem nessa opção, ainda é possível contar com o serviço de teleassistência chamado Vidafone para monitorá-lo mesmo sem estar perto fisicamente e,assim, se fazer presente de alguma forma. Através de um botão de emergência usado junto ao corpo é possível acionar ajuda imediatamente com um simples toque. Clique aqui para saber mais.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *