Posts Taged teleassistencia

Prefeitura implanta teleassistência para idosos

Botão de emergência salva a vida de idoso no RS

A cidade de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, implantou um programa de teleassistência para idosos, seguindo o modelo de muitas cidades européias. O aposentado João Albino Lopes, 66 anos e deficiente visual há dez anos, é um dos usuários do Sistema de Emergência Pessoal PERS3600, distribuído pela Tecnosenior, e conta sua experiência.

João Albino Lopes usando o botão de emergência na pulseira

Foto de Nilson Winter

 

O Sr. João acionou o botão de emergência para conectar com a Central de Atendimento, e pedir ajuda para a esposa que tem Alzheimer. “Mesmo estando acompanhado da nossa cuidadora, quando soube que minha esposa estava desmaiada, não pensei duas vezes em apertar o botão e pedir ajuda. Em 15 minutos a ambulância do Samu chegou e iniciou o atendimento”, contou ele satisfeito com o serviço rápido e eficiente. “Sei que o usuário da pulseira sou eu, mas no momento de necessidade fui obrigado a usá-la e em nenhum momento foi negado atendimento”.

Segundo Lisiane Machado Bitencourt da Silva, da unidade de Atenção Básica de Saúde, o objetivo da Secretaria Municipal de Saúde de São Leopoldo é agilizar o atendimento médico para reduzir a gravidade. “Dá uma segurança maior nas intercorrências médicas, ou seja, nos eventos inesperados que necessitam de um procedimento médico, nos possibilita a oferecer o socorro de forma mais rápida, reduzindo assim a gravidade. Além disso, traz uma tranquilidade maior para a família”. Leia aqui a matéria publicada pela prefeitura.

Teleassistência para Idosos na Europa

A implantação de Sistemas de Emergência Pessoal para idosos é comum em muitas cidades da Europa, como em Lisboa, por exemplo,  onde este serviço contribui para a manutenção da autonomia dos idosos no seu domicílio, com dignidade e segurança, proporcionando uma resposta imediata em situação de emergência ou derivadas destas, 24 horas por dia, 7 dias por semana. Aqui no Brasil, algumas cidades como Joinville, em Santa Cataria, e Santos, em São Paulo, já implantaram programas de teleassistência para idosos de baixa renda.

 

Continue Reading

Novas tecnologias melhoram qualidade de vida dos idosos

Novas tecnologias são cada vez mais desenvolvidas para melhorar qualidade de vida dos idosos. Pensando nisso, escolhemos quatro novas tecnologias criadas atualmente para proporcionar uma vida mais confortável, ainda que existam as doenças e a solidão. Confira abaixo o que tem sido desenvolvido para este público:

Sapato com localizador GPS

Uma empresa no Japão criou sapatos com GPS especialmente planejados para ajudar a localizar idosos que podem se perder e não voltar para suas residências. Esses sapatos possuem um localizador e permitem mostrar a posição do usuário em dispositivos como smartphones e computadores, mediante inserção de login e senha. O sistema também mostra a posição do usuário em um mapa para que seja mais fácil iniciar sua procura, entre outras funções.

Robô personal trainer

Em Cingapura foi desenvolvido um robô para ser personal trainer de idosos locais. Com braços metálicos e uma tela no rosto, o equipamento instrui os alunos na prática de um exercício saudável. Em Portugal também existe um projeto semelhante há pelo menos dois anos, onde o robô será uma espécie de treinador pessoal controlado por clínicos ou terapeutas que estejam acompanhando o idoso.

Sensor de queda

Quedas podem acontecer com qualquer pessoa, e cair pode representar um alto risco para a saúde. Por isso há uma busca contínua por sistemas que possam auxiliar as pessoas a receberem atendimento o mais rápido possível, como os sensores de quedas. Eles permitem não somente a detecção do evento em tempo real, como também são uma forma de solicitar ajuda para a vítima, que pode estar desacordada e não ter condições de pedir socorro imediato.

Gatinhos robôs acompanhantes

Os pets tentam simular a melhor parte de ter animais de estimação por perto, como promover interação e distração, sem os transtornos que acompanham a criação de um animal de verdade, como a limpeza, alimentação e cuidados com sua saúde. Logo, ter um gatinho robótico pode ser bastante interessante para idosos que não têm condições de se responsabilizar por uma outra vida, mas que desejam a companhia de um pet, ou ainda para aqueles que tem alergias quando em contato com animais.

Para saber mais acesse:

Empresa japonesa cria sapatos com GPS para localizar idosos perdidos

Robocoach: robo treinador ajuda idosos cingapura manterem forma

Tecnosenior já dispõe de detectores de quedas

Empresa desenvolve gatinhos robóticos para fazer companhia a idosos

Continue Reading

Licitação de teleassistência para idosos é aberta

O “Televida”, projeto para monitoramento e teleassistência residencial a idosos, funciona 24 horas e tem, no momento, 50 beneficiados. Ele é acionado automaticamente quando o usuário aperta um botão de emergência localizado em uma pulseira ou colar e, a partir do envio do sinal a um console localizado na residência do usuário, é feito um contato com atendentes treinados para auxilio de idosos.

Continue Reading