A cada dia o mundo do empreendedorismo está mais cheio de novidades. Atualmente, um dos modelos de negócios que mais tem se destacado é a economia da recorrência, também conhecida no Brasil como clube de assinaturas. Este modelo baseia-se na oferta de acesso aos benefícios do produto ou serviço mediante o pagamento de uma mensalidade, em vez de realizar a venda do produto em si.

Provavelmente a empresa Netflix tenha surgido em sua mente como um exemplo deste novo modelo, e realmente é um dos melhores.  Porém, não é algo tão novo nem exclusivo, apenas vem sendo explorado em novos segmentos.

Este é o mesmo formato praticado por academias de ginástica, escolas e estacionamentos: o cliente paga mensalidades somente enquanto usa os serviços, sem períodos de carência, de fidelidade ou multas por quebra de contrato.

Para o consumidor, esse modelo de contratação oferece muitas vantagens. Além da simplicidade da adesão ou do cancelamento, o cliente sente-se mais seguro em tomar a decisão de contratar, ao saber que não precisará se comprometer em manter um serviço que não lhe agrade. Se não gostou, basta cancelar e o compromisso com os pagamentos também é cessado no ato.  Ou seja: a relação comercial torna-se mais justa e transparente.

Que vantagens a Economia da Recorrência oferece às empresas?

Além de muitas vantagens aos clientes, as empresas também saem ganhando muito com a Economia da Recorrência. Uma das principais vantagens é a possibilidade de prever com maior assertividade os faturamentos futuros.

Isso é possível devido à empresa saber facilmente a quantidade de assinantes que terá no mês seguinte. Previsibilidade essa que se torna praticamente impossível no comércio tradicional. Assim, surpresas desagradáveis, como faturamentos muito abaixo do esperado e verba insuficiente para arcar com as contas mensais da empresa, raramente acontecem.

Os custos das mensalidades, geralmente baixos, também contribuem para a prosperidade desse modelo de negócio. Quanto menor o tamanho do investimento, proporcionalmente menor é o tamanho do esforço que o cliente faz para tomar sua decisão de contratação.

Por exemplo, considere que o cliente está decidindo entre comprar uma esteira elétrica que custa R$ 2 mil reais ou inscrever-se em uma academia que custe R$100 mensais,  lhe ofereça ampla variedade de equipamentos e a liberdade de cancelar seu contrato sem multas ou custos extras. Há muito mais chances de ele escolher a segunda opção.

Por fim, mas não menos importante, uma das maiores vantagens dos contratos por assinaturas é que manter a fidelidade dos clientes dá bem menos trabalho – e custa bem menos – que atrair novos. Manter relacionamento, motivação e incentivo aos clientes fiéis custa, em geral, 5 vezes menos que todos os investimentos necessários para atrair um cliente novo: visibilidade da marca, anúncios, promoções, comissões de vendas, entre outros.

Quais os segmentos de negócios que podem adotar a Economia da Recorrência?

Amplamente democráticos, os clubes de assinaturas são aplicáveis a praticamente todos os modelos de negócios. Confira se os insights abaixo são aplicáveis ao seu negócio.

Para quem trabalha com prestação de serviços, é possível criar uma mensalidade que garanta acesso ilimitado aos serviços durante o período contratado. Infoprodutores e empresas de educação, por sua vez, podem seguir o modelo da Netflix e cobrar uma mensalidade para acesso ilimitado ao seu conteúdo, em uma área restrita com senha.

Já quem trabalha com produtos físicos, pode inspirar-se nas mistery box, que cobram um valor fixo mensal para enviar um produto surpresa aos seus clientes. Há empresas desse estilo nos mais diversos nichos: cervejas artesanais, cafés especiais, produtos glúten free, maquiagem, acessórios da cultura nerd, e muito mais.

Que tal conhecer o modelo de receita recorrente no mercado de teleassistência para idosos? Considere que a economia da recorrência é uma tendência muito forte, além de garantir um faturamento recorrente e uma vida financeira mais saudável para sua empresa.

Quer saber mais? Entre em contato com a Tecnosenior agora mesmo!