Cuidados especiais com os idosos no verão

As altas temperaturas registradas no verão brasileiro exigem cuidados extra com a saúde, especialmente para os idosos. Isso porque, na terceira idade, o corpo passa a ter a capacidade de regular a temperatura reduzida, e o calor excessivo pode causar hipertermia, a elevação da temperatura corporal quando o organismo produz ou absorve mais calor do que consegue dissipar. A hipertermia é um dos fatores que podem causar a desidratação e desencadear sintomas como dores abdominais, tontura, fraqueza, cãibra, vômito, dor de cabeça e irritabilidade, entre outros. Além disso, pode atenuar sintomas de doenças pré existentes, como a diabetes, insuficiência cardíaca e asma. Ou seja, é preciso cuidar ainda mais da saúde nessa época do ano.  Pensando nisso, listamos algumas dicas de cuidados especiais que os idosos devem ter com a saúde nos dias mais quentes:

5 dicas de saúde para idosos no verão

#1 Hidratação

Consumir muito líquido durante o dia é dica mais importante para manter a hidratação do corpo e, assim, garantir o desempenho de todos os órgãos e funções do organismo. Beba muita água, chás e sucos gelados. O mínimo recomendado são de 6 copos por dia. 

#2 Alimentação leve

Nos dias quentes  é aconselhável o consumo de alimentos frescos, como frutas, legumes verduras e carnes magras, pois são de fácil digestão. Carnes vermelhas e massas pesadas devem ser evitadas. 

#3 Proteção solar

O ideal é que os idosos evitem exposição ao sol nos horários mais críticos, entre 10 da manhã e 4 da tarde. Caso não seja possível, é essencial que usem protetor solar, além de bonés e óculos escuros.

#4 Roupas leves

No verão os idosos devem dar preferência para roupas feitas com tecidos mais leves e de cores claras, que atraem menos calor. Os sapatos também devem ser confortáveis e feitos com materiais resistentes ao calor.

#5 Evitar esforço físico

Principalmente nas horas  mais quentes do dia, aconselha-se que os idosos evitem realizar atividades que envolvam esforço físico, mesmo exercícios mais leves como caminhadas e alongamento. Dê preferência para praticar essas atividades no início ou no final do dia, ou em ambientes climatizados.  

Qualquer sintoma de desidratação ou mal  estar deve ser imediatamente tratado. Primeiramente deve-se fazer com que o idoso beba água para reidratar o organismo. É importante também manter a pessoa em ambiente com temperatura amena para evitar a perda de água pelo suor. 

Dispensador de medicamentos – para não correr o risco de esquecer a hora exata de cada medicação

Principalmente nos meses do verão, em que a rotina costuma ser afetada pelas férias e costumes diferentes de outras épocas do ano, o dispensador de medicamentos é a garantia de que o remédio será administrado corretamente. Trata-se de um porta medicamentos que possui um relógio programável pelo qual é possível configurar os horários corretos para tomar as medicações. No horário agendado, o equipamento dispara um alarme e acende uma luz vermelha, deixando disponíveis apenas os medicamentos daquele horário. Caso o usuário não faça o movimento de retirada no horário determinado, o dispensador de medicamentos automático continuará alertando por mais 30 minutos.Também é possível vincular o aparelho ao Vidafone Fixosistema de emergência pessoal por onde um alerta de emergência será enviado à  uma Central de Monitoramento 24 horas caso o usuário não retire os medicamentos. Assim, contatos cadastrados serão acionados para verificar o motivo. Saiba mais sobre o dispensador de medicamentos, o vidafone fixo e demais serviços da Tecnosenior

Compartilhar
Tire suas dúvidas