Idosos com dificuldades para dormir

Não dormir bem pode trazer diversas consequências para a qualidade de vida do idoso, como cansaço e irritabilidade. Além disso, é um perigo em potencial para problemas como as  quedas ocasionadas por tonturas que eventualmente podem ocorrer devido à sonolência causada pelo pouco tempo de sono.

Diferente dos jovens adultos, que costumam ter dificuldades para pegar no sono, os idosos enfrentam problemas para manter o sono, apresentando despertares frequentes durante o repouso. É a chamada Insônia Secundária, que segundo especialistas pode estar relacionada com algum quadro clínico ou psicológico e faz com que pessoas na terceira idade durmam até uma hora a menos do que o ideal.

Saiba mais sobre as causas e como tratar a Insônia nos idosos:

Causas da insônia na terceira idade

Existem diversas origens possíveis para a ocorrência da insônia entre os idosos. As mais comuns estão relacionadas com outros problemas como o abuso de substâncias psicoativas, consumo excessivo ou abstinência de álcool, obesidade, doenças cardiovasculares e hormonais e doenças psiquiátricas, especialmente os transtornos de humor e ansiedade. Muitos idosos que sofrem com condições como a incontinência urinária, por exemplo, também relatam falta de sono devido às diversas vezes que precisam levantar para urinar durante a noite, pulando a fase do sono profundo. 

Tratamento

É importante investigar a origem do problema  que causa a insônia e tratá-lo. Praticar atividades físicas e adotar uma boa alimentação, combater a obesidade, evitar ingerir cafeína após as 17 horas também são medidas idispensáveis. Algumas situações específicas também podem ser solucionadas com apoio psicológico. Remédios devem ser administrados em último caso e sempre com indicação médica.

Sintomas como cansaço ao acordar, roncos noturnos, irritabilidade e sonolência diurna, queda do rendimento físico e no trabalho devem ser avaliados por especialistas, principalmente porque podem ser fatores de risco para acidentes. Como já mencionamos, idosos que não dormem bem correm mais riscos de acidentes como tonturas e quedas, por exemplo. Por isso, é importante contar com ferramentas que os auxiliem a pedir ajuda, principalmente quando ficam sozinhos durante a noite. 

Vidafone: Peça ajuda com um simples toque 

O Vidafone é um sistema de emergência pessoal que, através de um botão de emergência, permite que o usuário contate uma central de atendimento disponível 24 horas  por dia, 7 dias por semana. Um atendente especializado irá tomar as providências necessárias para auxiliá-lo, além de entrar imediatamente em contato com familiares e/ou números cadastrados. De acordo com a necessidade do usuário, está disponível em duas modalidades: fixo e móvel.

O serviço Vidafone Fixo utiliza uma linha de telefone fixa para realizar as chamadas de emergência. O equipamento funciona através de um console conectado a um botão de emergência que pode ser usado como pingente ou pulseira. Tem sistema de viva voz com longo alcance e é compatível com até 16 acessórios, como por exemplo o sensor de quedas, que irá comunicar a central de atendimento mesmo se o usuário ficar inconsciente ou impossibilitado de acionar o botão. 

Já o Vidafone Móvel opera através de tecnologia de telefonia móvel. O aparelh funciona com tecnologia GSM e pode acompanhar  o usuário em qualquer lugar. O botão SOS pode ser utilizado como pingente e integra funções de rastreador GPS, sensor de quedas e até mesmo telefone celular.  

Saiba mais sobre o  Vidafone clicando aqui
 

 

 

 

Compartilhar
Tire suas dúvidas