Isolamento de idosos e tecnologias assistivas

O isolamento social tem sido altamente recomendado pelas autoridades de saúde com o intuito de minimizar e retardar os efeitos da pandemia  de coronavírus, enfrentada pelo mundo inteiro. Porém, essa situação é especialmente complicada de lidar entre os idosos, que compõem o principal grupo de risco. Além do distanciamento afetar as relações humanas, essenciais para a manutenção da saúde mental de qualquer pessoa, mudaram as dinâmicas de muitas casas e famílias.

Muitos idosos estão isolados inclusive do convívio com filhos, netos e cuidadores, já que em grande parte dos casos esses precisam se expor para ir ao trabalho ou outros compromissos, e acabam se tornando um risco para os mais velhos. E é aí que surge outra preocupação: Como garantir a segurança dos idosos que ficam sozinhos em casa durante o isolamento?

Tecnologias assistivas proporcionam cuidado mesmo sem estar presente

A tecnologia tem sido uma grande aliada nesse momento. A internet, através de smartphones e computadores, se tornou uma ferramenta essencial para aproximar quem está longe através das redes sociais e chamadas telefônicas ou por vídeo. No entanto, muitos idosos que não fazem parte dessa geração conectada e não dominam esses aparelhos acabam ficando de fora de toda essa interação. Diante disso, a família pode optar por uma forma mais simples e igualmente eficaz de estar presente sem estar perto: As tecnologia assistivas. 

Tecnologias assistivas são ferramentas que possibilitam que os usuários do serviço, nesse caso os idosos, tenham uma vida independente com a segurança de que estão sendo monitorados constantemente e serão imediatamente amparados caso haja necessidade. Se não houver, seguem a rotina normalmente, sem interferências desnecessárias. Além disso, alguns desses aparelhos proporcionam interações em chamadas telefônicas, sem que haja a necessidade de discar números ou outras ações que possam ser complexas. Um dos serviços mais completos indicados para idosos que ficam sozinhos em casa é o Vidafone Fixo.

Vidafone fixo: Independência e segurança para o idoso que fica sozinho em casa

O Vidafone fixo é um serviço que funciona através de um console ligado à linha telefônica fixa e que se comunica com um botão de emergência usado pelo idoso como pingente ou pulseira. Quando o botão é acionado, uma chamada é imediatamente realizada para uma central de atendimentos disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana. Uma vez que o botão é acionado, um profissional especializado irá conversar com o idoso, identificar a ocorrência e agir conforme o necessário: Contatando familiares, serviços de saúde ou simplesmente conversando com o idoso. Por conta do isolamento social, os  usuários podem contar com o canal de atendimento inclusive para conversar e desabafar sobre a situação.  

Também há a opção de conectar o console do Vidafone fixo a outros acessórios, como sensores de queda e de presença. São diversas opções que podem ser acrescentadas de acordo com a necessidade de cada usuário. Além disso, é possível abrir um canal direto para realizar ou receber ligações de contatos cadastrados. Todas as chamadas realizada através do Vidafone são feitas com sistema de viva-voz de longo alcance, ou seja, funcionam em qualquer cômodo da residência, mesmo distante do aparelho. 

Assim, além de uma forma de oferecer cuidado e segurança para o idoso que está sozinho, o Vidafone ainda oferece a opção da família se manter mais presente na rotina dele, mesmo que fisicamente distante. 

 

 

 

 

 

Compartilhar
Tire suas dúvidas