Mini rastreador GPS pessoal: porque o IGO é a melhor opção

Mini rastreador GPS pessoal

Contar com um mini rastreador GPS pessoal pode trazer mais segurança e tranquilidade. Veja porque o IGO é a melhor opção para você ou para seu familiar!

Seja por questões de saúde, pela insegurança, para que idosos possam manter sua autonomia ou até mesmo por mera praticidade, o fato é que o uso de mini rastreador GPS pessoal tem se tornado cada vez mais popular. Na esteira dessa procura crescente, é claro, surgem diversas opções no mercado, o que apresenta liberdade de escolha para os consumidores – mas que pode, também, até atrapalhar a tomada de decisão na hora da compra.

Você sabe o que é realmente importante nesse tipo de aparelho? Quais funcionalidades podem fazer a diferença? Qual o modelo mais completo? Se suas respostas foram negativas, então siga lendo este post e tire essas e outras dúvidas!

O que é um Mini Rastreador GPS Pessoal

Ele é um dos modelos dos chamados sistemas de emergência pessoal com linha móvel. Ou seja, esse aparelho opera com chip GSM (o mesmo usado em celulares) e utiliza a rede de telefonia móvel das operadoras. Dessa forma, um mini rastreador GPS pode ser utilizado em ambientes externos e ser levado com o usuário onde quer que ele vá (desde que haja sinal), e enviará sua posição para os contatos pré-cadastrados no dispositivo.

Essa tecnologia se caracteriza por unir praticidade com eficiência: é fácil de ser carregado, geralmente possui poucos botões, o que torna o uso bastante prático e intuitivo, e opera com chip de celular. Seu propósito é proporcionar uma forma dos usuários (pessoas com problemas de saúde, idosos, crianças, entre outros) enviarem sua localização para contatos de emergência de forma rápida e fácil. Além disso, permite que esses contatos consigam saber a exata localização do aparelho, através de tecnologia GPS.

Vantagens de contar com um Mini Rastreador

Embora possua apelo para utilização na segurança pessoal, um mini rastreador GPS pessoal também é muito útil para a teleassistência – cuidar de alguém sem estar presente no local fisicamente. Especialmente no caso de idosos, esse tipo de aparelho pode trazer uma série de benefícios e vantagens tanto para o usuário, quanto para seus familiares. Confira abaixo as principais:

– Mais segurança

Um grande medo dos idosos, sejam aqueles que moram sozinhos, com a família ou os que têm uma vida mais ativa, é sofrer algum acidente doméstico ou na rua. Esse medo é justificado, já que as quedas estão entre os acidentes mais comuns na terceira idade e representam um grande risco à saúde de uma pessoa mais velha. Por isso, contar com um mini rastreador traz mais segurança, já que em caso de emergências, o usuário pode solicitar socorro ou pedir ajuda através do aparelho, de forma simples.

– Manter a independência e autonomia

Juntamente com o medo de sofrer algum problema de saúde, a iminência de perder sua autonomia e independência são mais dois fatores que costumam incomodar as pessoas na terceira idade. Portanto, ter um mini GPS pode proporcionar que o idoso siga vivendo sozinho e/ou mantenha sua autonomia cotidiana (sem precisar de um cuidador, por exemplo).

– Os familiares podem saber onde o idoso está a qualquer hora

No caso de um mini rastreador GPS pessoal, a principal função que se deseja utilizar é, claro, a capacidade de saber a localização do aparelho. E essa tecnologia proporciona isso de forma eficiente, utilizando GPS e, idealmente, conexão com Internet móvel. Assim, disponibiliza a posição do idoso com precisão e em tempo real. Essa posição pode ser disponibilizada por meio de aplicativos e até mesmo SMS (mensagens de texto), o que garante que os familiares consigam saber onde o idoso está de forma ágil.

– Utilização e configuração fácil (através de chip GSM)

Por fim, uma grande vantagens de modelos de rastreador pessoal é a facilidade com que podem ser configurados e o fato de utilizarem tecnologia GSM. Assim, não é preciso um grande conhecimento tecnológico nem uma conexão específica e difícil de utilizar.

O que não pode faltar no seu rastreador GPS

Porém, para contar com todas essas vantagens e benefícios, é preciso escolher o modelo certo, que possui funcionalidades e tecnologia que proporcionem tudo isso. Com a popularidade desse tipo de aparelho, surgem diversos modelos, o que representa maior liberdade de escolha, mas que também pode gerar dúvidas na hora de comprar. Para lhe ajudar, listamos abaixo aquelas características que não podem faltar no seu rastreador pessoal com GPS.

– GPS com precisão e estabilidade

De nada adianta um equipamento para localizar pessoas se ele não funciona com precisão e confiabilidade. Portanto, é fundamental adquirir um modelo que seja confiável e tenha um sistema de localização de qualidade, que utilize não epenas o GPS, mas também, quando viável, conexão com a Internet móvel para proporcionar maior precisão. Nesse caso, é indicado ter cuidado com dispositivos muito baratos, pois geralmente não apresentam performance confiável.

– Botão SOS

Para ter um uso mais completo e com funções que tragam mais segurança para os usuários, o rastreador deve contar também com um botão de emergência (também conhecido como botão SOS). Essa funcionalidade permite que o equipamento, ao apertar de apenas um botão, entre em contato com os números de emergência cadastrados no rastreador, proporcionando assim socorro rápido.

– Enviar a localização do dispositivo para os contatos

Assim como é indispensável que o usuário possa pedir socorro através do rastreador GPS, também é muito importante que ele possa enviar sua localização para os contatos de emergência e, além disso, que os próprios contatos possam solicitar a localização do aparelho. Assim, os familiares têm maior tranquilidade e segurança, porque podem descobrir onde o idoso está e recebem essa informação em seu celular, via SMS, de forma prática e precisa.

– Ser pequeno, leve e prático de carregar

Além de todas as funções tecnológicas e ferramentas que esse tipo de dispositivo deve contar, o design também é muito importante. O mini rastreador precisa ser, como o nome indica, pequeno, leve e fácil de ser carregado. Um aparelho de qualidade deve ter formato ergonômico, construção sólida e resistente a quedas e tamanho compacto que permita que o dispositivo seja carregado como pingente, na bolsa, na mochila etc.

– Bateria com longa duração

A autonomia da bateria, especialmente no caso de idosos que se locomovem bastante, é um diferencial positivo que precisa ser levado em conta na hora de escolher um mini rastreador GPS pessoal. Avalie o tempo de vida útil, tempo de recarga e, claro, de utilização do aparelho. Assim, você garante segurança e tranquilidade para o usuário do dispositivo durante todo o dia de uso.

– Cercas geográficas

Falando em complementar o uso do dispositivo para proporcionar mais segurança e tranquilidade, uma funcionalidade que para algumas pessoas pode parecer extra é, na verdade, ponto crucial na utilização de um mini rastreador GPS: a configuração de cercas geográficas. Com elas, sempre que o idoso entrar ou sair de uma área pré-determinada, o aparelho avisará os contatos de emergência.

– Sensor de queda

Mas e se o idoso está na rua, sente um mal estar ou sofre um acidente e acaba caindo, sem conseguir acionar o botão SOS? Nesses casos, a solução é um sensor de queda, que detecta esse tipo de problema automaticamente e contata os números de emergência. Por isso, é fundamental que o seu rastreador GPS incorpore essa funcionalidade.

– Suporte técnico e certificação

Por fim, mas não menos importante, um ponto que muitas vezes acaba sendo negligenciado e que se mostra, no futuro, um grande erro. O mercado está repleto de dispositivos mais baratos, que prometem diversas funcionalidades mas que não contam com algo essencial: suporte técnico e a certificação de órgãos regulamentadores do Brasil. Ao optar por um dispositivo que possua tudo isso, você garante assistência no caso de problemas com o equipamento e tem a tranquilidade de que foi aprovado pelo governo.

Preço X Valor: a importância do custo-benefício

Como já foi dito anteriormente, os mini rastreadores têm se tornado muito populares e esse crescimento na busca por dispositivos dessa natureza acaba impulsionando o mercado – o que tem reflexos negativos e positivos. O ponto positivo é que os consumidores possuem maior variedade para escolher o modelo que melhor supre as suas necessidades; já o negativo é o fato de que há diversos aparelhos que não possuem qualidade, mas atraem devido ao seu preço baixo.

Portanto, na hora de adquirir essa tecnologia, leve em conta o custo-benefício – ou seja, a relação entre qualidade e preço. Será que vale mesmo a pena optar por um rastreador barato mas que não conta com aquelas funcionalidades fundamentais nem mesmo suporte técnico? Nesses casos, muitas vezes, o barato sai caro, então tenha atenção!

O Mini Rastreador GPS Pessoal IGO

Agora que você já sabe o que é um mini rastreador GPS pessoal, o que ele faz, quais as funções fundamentais e como pesar o custo e benefício desse aparelho, que tal uma dica do que escolher? O Mini Rastreador Pessoal IGO conta com todas as funcionalidades que você precisa, é homologado pela Anatel e é ideal para quem quer garantir segurança e tranquilidade para familiares idosos, crianças e pessoas com algum tipo de debilitação (por exemplo, Alzheimer).

Para saber mais sobre o dispositivo, você pode conferir outro post aqui no blog sobre o Rastreador pessoal IGO ou, então, baixar o infográfico gratuito sobre como o IGO funciona.

Se você ficou interessado, fale com a gente pela nossa página de contato, pelo e-mail contato@tecnosenior.com.br ou pelos telefones 51 3018-6950 e 51 99998-0245!

Guilherme Not

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *