Saúde na terceira idade: como envelhecer de forma saudável

Saúde na terceira idade: como envelhecer de forma saudável

Muito se fala sobre o aumento na expectativa de vida, mas não basta envelhecer: é preciso ter saúde na terceira idade. Além dos importantes avanços na medicina, cada vez mais as pessoas vêm adotando hábitos mais saudáveis e conscientes em relação à preservação da sua boa forma física e mental.

O que muitos jovens ainda ignoram é que, para chegar com saúde na terceira idade e ainda com condições de aproveitar plenamente o que de fato pode ser a melhor idade, é essencial que os cuidados com o corpo e mente sejam recorrentes ao longo da vida. Pensando nisso, listamos algumas medidas que você pode colocar em prática hoje mesmo!

Seis medidas para chegar com saúde na terceira idade 

#1 Alimentação e ingestão de água adequadas

Aquela história de que “você é o que você come” não poderia ser mais verdade. Manter uma dieta equilibrada, baseada em alimentos naturais e evitando ao máximo o consumo de industrializados, é essencial para se chegar com saúde na terceira idade. Além disso, essa prática é uma das principais formas de prevenção de doenças como diabetes e hipertensão.  Já a água é o nutriente mais abundante e importante do corpo, responsável por desempenhar papeis fundamentais no organismo; portanto, é indicado que se consuma, no mínimo, dois litros por dia.

#2 Praticar atividades físicas

A prática regular de exercícios, além de proporcionar melhor forma física, estimula a produção do hormônio serotonina, responsável pela sensação de bem-estar, que melhora o humor e ajuda a prevenir a depressão. Movimentar o corpo também ajuda a prevenir doenças comuns da terceira idade, como a osteoporose e problemas no coração.

#3 Realizar exames de rotina

É importante, durante toda a vida, realizar exames de rotina no mínimo uma vez por ano. Através dos resultados de exames como glicemia, hemograma, triglicerídeos, colesterol total e urina é possível identificar se está tudo em ordem com o seu organismo. Se houver algum problema, quanto mais cedo se investigar a origem da alteração e tratá-la, melhores serão os resultados do tratamento.

#4 Dormir corretamente

Você até pode achar que não precisa dormir muitas horas durante a noite para estar descansado no outro dia. Porém, a verdade é que dormir pouco pode envelhecer o cérebro, pois isso acelera a velocidade do declínio cognitivo (natural do envelhecimento) e afeta o raciocínio, além de prejudicar a concentração e o metabolismo. Por isso, oito horas de sono por noite é o ideal.

#5 Pegar sol regularmente (mas com cautela)

Nada de passar o dia todo dentro de casa ou do escritório! Quinze minutos diários ao ar livre já são suficientes para regular os níveis de vitamina D, que auxilia na absorção do cálcio no sangue e, além disso, influencia na produção de serotonina (hormônio que ajuda a melhorar o ânimo). Aqui vale lembrar também que a exposição exagerada aos raios solares pode ser extremamente prejudicial à saúde, principalmente a da pele. O melhor período para se expôr ao sol é até as 10 horas da manhã e após as 16 horas. E sempre é bom lembrar: o protetor solar deve fazer parte da sua rotina!

#6 Evitar o cigarro e as bebidas alcoólicas

O álcool e o cigarro são os principais responsáveis pelo envelhecimento precoce da pele. O primeiro diminui os níveis de vitamina A no organismo, agravando o aparecimento de rugas e linhas de expressão. Já o segundo reduz o fluxo sanguíneo, afetando na oxigenação dos tecidos epiteliais. Além disso, doenças como câncer, diabetes, hipertensão e problemas neurológicos (por exemplo, o Mal de Parkinson) podem ser diretamente associadas ao consumo dessas substâncias, já que elas provocam danos nas células saudáveis do organismo.

Seguindo essas dicas básicas você terá mais chances de chegar com saúde na terceira idade. É claro que você não precisa ser radical – lembre-se que é tudo uma questão de equilíbrio e cuide do seu bem mais precioso: a vida!

Compartilhar
Tire suas dúvidas