Perda do tato

Uma das consequências mais perceptíveis do envelhecimento são as inevitáveis perdas nos sentidos. Os sintomas mais sérios e graves costumam ser os que afetam a visão e a audição, mas eles não são os únicos. Mesmo sendo o sentido menos afetado por degenerações, o tato também sofre alterações com o passar dos anos. 

A perda do tato manifesta-se principalmente na diminuição da sensibilidade nas mãos e nas plantas dos pés. Na maioria dos casos, os sintomas são leves e quase imperceptíveis, porém, em algumas situações ocorre da pessoa demorar mais para perceber a dor. Isso acontece porque as células sensitivas tornam-se mais fracas ao longo do tempo. 

Porque ocorre a perda do tato?

Os nervos da pele reagem ao toque, temperatura, dor e coceira. Existem cerca de vinte diferentes receptores na pele que são responsáveis por informar o cérebro sobre os eventos e sensações no corpo.  A perda nessa sensibilidade é chamada de Neuropatia Periférica. Podem ser diversas as causas relacionadas a essa condição, mas todas elas são ligadas ao envelhecimento.

O principal problema relacionado à perda do tato está relacionado com a diminuição da sensação de onde os membros estão posicionados, o que altera o equilíbrio. Por isso, a perda no tato é um dos principais fatores para a queda em idosos, a principal causa de morte acidental entre pessoas na terceira idade. 

Queda de idosos pode estar relacionada à alterações na percepção do toque

Aparentemente, as perdas na audição e na visão são mais significativas nos idosos. Porém, assim como os demais sentidos, o tato é essencial para a manutenção das atividades do dia a dia, desde as menos conscientes, como avaliar a temperatura e ficar em pé, até a percepção da dor. A capacidade de constatar o chão sob os pés também é função do tato. Ou seja, o risco para quedas aumenta significativamente. 

Uma solução que permite que o idoso mantenha uma rotina independente, sem perder a autonomia, são os sistemas de monitoramento pessoal, como o VIDAFONE. Disponível em duas versões, fixo ou móvel – escolha de acordo com a rotina do usuário (se costuma passar mais tempo em casa ou fora dela), o serviço proporciona que, através de um botão de emergência usado junto ao corpo, ele consiga pedir ajuda caso seja necessário. O console, ao ser acionado, realiza automaticamente uma ligação para uma central de atendimento especializada, por onde um profissional irá atendê-lo e agir da forma mais adequada para a situação. Além disso, também é possível contar com um sensor de quedas, que faz a mesma função, porém de forma automática, no caso do idoso ficar incapacitado de acioná-lo. 

Outras formas de cuidado

Mesmo sendo invevitável, é possível retardar a manifestação dos sintomas da perda do tato com atitudes como cuidar da alimentação, já que as fibras nervosas são metabolicamente ativas – recomanda-se o consumo de alimentos como abacate, azeitona e nozes. Também é importante  ter contato direto com o solo. Quando possível, tirar os sapatos  pisar na grama permitindo que os pés “respirem”, por exemplo. 

 

Compartilhar
Tire suas dúvidas